Resenha: Anexos - Rainbow Rowell (@NovoSeculo)

11 fevereiro 2016

Sinopse: Beth Fremont e Jennifer Scribner-Snyder sabem que alguém está monitorando seus e-mails de trabalho. (Todo mundo na redação sabe. É política da empresa.) Mas elas não conseguem levar isso tão a sério, e continuam trocando e-mails intermináveis e infinitamente hilariantes, discutindo cada aspecto de suas vidas. Enquanto isso, Lincoln O'Neill não consegue acreditar que este é agora o seu trabalho ler os e-mails de outras pessoas. Quando ele se candidatou para ser agente de segurança da internet, se imaginou construindo firewalls e desmascarando hackers e não escrevendo um relatório toda vez que uma mensagem esportiva vinha acompanhada de uma piada suja. Quando Lincoln se depara com as mensagens de Beth e Jennifer, ele sabe que deveria denunciá-las. Mas ele não consegue deixar de se divertir e se cativar por suas histórias. No momento em que Lincoln percebe que está se apaixonando por Beth, é tarde demais para se apresentar. Afinal, o que ele diria...?

“Amor. Propósito. Essas eram coisas para as quais não se podia planejar. Essas era coisas que simplesmente aconteciam. E se não acontecessem? Você passava a vida toda ansiando por elas? Esperando para ser feliz?” Pág. 106


Oi gente! Voltei pra falar de mais um livro da diva Rainbow \o/ Anexos é o primeiro romance da autora e é parte narrativa parte diálogos, quase epistolar. Se você já leu algum livro da série Garotos da Meg Cabot e gostou, eu recomendo a leitura, porque esse livro tem uma temática semelhante, mas com mais profundidade. Já vou falando que vai chover de quotes porque eu adorei o livro :)


Você que assim como eu está acostumada com um chick-lit onde acompanhamos em primeira mão a vida da mocinha, e sabemos muito pouco do mocinho, aqui o que acontece é justamente o oposto, e é um diferencial que eu adorei, que me fez conectar melhor com o Lincoln, embora tenha gostado das meninas tanto quanto dele :)

“A maior preocupação dos chefes de Greg com relação à internet era que agora ficara impossível distinguir uma sala cheia de gente trabalhando diligentemente de uma sala cheia de pessoas fazendo o teste de personalidade online Que tipo de cachorro sou eu?” Pág. 17

Imagine o ano de 1999, antes do famoso boom do milênio, início e disseminação da nossa querida internet nos locais de trabalho, quando as empresas começaram a instalar novas regras...


Lincoln é contratado pra trabalhar em jornal com a seguinte missão: monitorar o conteúdo dos e-mails dos funcionários através de um programa que filtra certas palavras-chave que definitivamente não devem ser utilizadas em e-mails profissionais, pra ter certeza de que está todo mundo trabalhando mesmo. Não vou nem falar que 16 anos depois a gente ainda sofre com o mesmo problema... 

Enfim! Você tem que desligar um pouco a realidade aqui pra poder curtir a leitura, aproveita e esquece um pouco a ética também haha. Resumindo, ele vai ler todos os e-mails que forem filtrados, escrever relatórios e repreender as pessoas que saírem da linha, ele vai ser o X9 hehe. Ele tinha outra coisa em mente quando viu a vaga de oficial de segurança da internet, algo mais na área de firewalls e hackers, mas nem tudo é como a gente imagina.

Tudo vai bem, ele continua entediado com as mesmas coisas, até que ele acidentalmente se vê vidrado na troca de e-mails de duas funcionárias: a crítica de filmes Beth Fremont e a editora de cópias Jennifer Scribner-Snyder.

O que é um encontro fofo? Beth para Jennifer; É aquele momento num filme que o mocinho e a mocinha se encontram. Eles nunca se conhecem normalmente. Nunca é tipo: “Harry, esta é a Sally. Sally, este é o Harry”. Eles sempre se encontram de um jeito fofo, (...) Ser resgatada por um homem bonito, ele trocar o seu pneu e dividir batatas fritas com você, isso é muito encontro fofo. Droga, eu era que deveria ter o encontro fofo.” Pág. 294  

A Beth e a Jennifer sabem que a empresa está monitorando o conteúdo dos seus e-mails, só que elas não conseguem levar a nova medida muito a sério, e continuam trocando e-mails hilários falando sobre várias bobagens e cada aspecto das suas vidas sociais, já dá pra imaginar as conversas né? 

Lincoln sabe que ele devia mandar uma advertência pra elas e/ou colocá-las nos relatórios, só que ele não consegue, porque ele fica fascinado pela amizade das duas, pelas suas histórias e personalidades, especialmente com a Beth. Ele também sabe que se ele entregar as duas, ele nunca mais vai ler nada delas, então ele continua lendo, mesmo sabendo que o que ele tá fazendo não está certo...

“Lincoln jamais enviaria uma advertência a Jennifer Scribner-Snyder e Beth Fremont. (...) Porque ele gostava delas. (...) Assim... Tecnicamente, eticamente, ele não tinha motivo algum para continuar lendo os e-mails delas.” Pág 74

Quando ele percebe que está se apaixonando pela Beth, ele vê que não tem mais como ele só se apresentar pra ela como uma pessoa normal, afinal, o que ele ia falar? 


Gente, só a Rainbow pra me fazer gostar de um livro que tinha tanta coisa pra não dar certo. Lincoln é um stalker, é fofo na ficção né, mas não tem outro jeito de dizer, ele é um super stalker que passa meses invadindo a privacidade da Beth e da Jennifer. Mas eu não o culpo tanto assim, porque eu adorei as conversas entre a Jennifer e a Beth haha, mesmo achando que as duas reclamavam um pouco demais da vida...

Fora esse lado creepy do Lincoln, ele é um amor, um mocinho lindo que só a Rainbow pode escrever, amei a família dele, o grupo de amigos gamers, e amei ler as reações dele aos e-mails das meninas. Será que é ruim que eu tenho um crush em um stalker? haha Leiam que vocês vão me entender :)


“-Você acredita em amor à primeira vista?"

Uma foto publicada por Blog Trocando o Disco (@trocandodisco) em

Anexos
Título Original: Attachments
Autor: Rainbow Rowell
Editora: Novo Século
Ano de publicação: 2014
Número de páginas: 368

Um comentário:

  1. Oieeee! Essa é minha leitura atual, Fê. Estou no comecinho ainda e não dá pra dizer se tô gostando ou não, mas espero gostar muito. A capa é um amorzinho e eu finalmente estou conhecendo a escrita da Rainbow.

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita! Eu respondo por aqui mesmo ou pode deixar o link do seu blog que eu visito você :) Espero que você volte logo! Nanda ;)