Resenha: Agência de Investigações Holísticas Dirk Gently - Douglas Adams

23 junho 2015

Sinopse: Richard MacDuff é um engenheiro de computação perfeitamente normal que sempre se comportou muito bem, obrigado, até o dia em que deixa uma mensagem equivocada na secretária eletrônica de sua namorada, Susan Way. Arrependido, toma a decisão mais natural possível: escalar o prédio dela e invadir seu apartamento para roubar a fita com a gravação. Na vizinhança, Dirk Gently bisbilhota os arredores com seu binóculo quando presencia o ato tresloucado do antigo colega de faculdade e decide entrar em contato para lhe oferecer seus serviços investigativos. Depois de uma série de acontecimentos bizarros, o detetive percebe uma interconexão obscura entre a atitude estapafúrdia do amigo e o assassinato de Gordon Way – irmão de Susan e chefe de Richard, que passa a ser suspeito do crime. De uma hora para outra, os dois veem-se envolvidos num caso incrivelmente estranho, com elementos díspares e desconexos que, no final, conseguem se encaixar de forma perfeita e construir uma trama típica de Douglas Adams.

Oi pessoal! Hoje eu trouxe (finalmente) a resenha de mais um livro brilhante de Douglas Adams - Agência de Investigações Holísticas Dirk Gently, uma ficção científica com aventura policial e comédia que contém a melhor explicação com diálogo e discussão que eu já li sobre o gato de Schrödinger, mas deixa eu começar logo que esse post já vai ficar enorme!


Será que você não percebe que precisamos ser infantis para entender? Que apenas crianças veem as coisas com total clareza, pois ainda não desenvolveram todos os filtros que nos impedem de enxergar aquilo que não esperamos ver? Pág. 172

Tudo começa com... Bem, não dá pra explicar ao certo como tudo começa haha. Eu acho que é com o desaparecimento de um gato... Tá, deixa eu tentar de outro ângulo: o engenheiro de computação Richard MacDuff, com o intuito de evitar o falatório e as cobranças absurdas de seu chefe, Gordon Way, aceita um convite feito por seu antigo tutor, Professor Reg, para um jantar em homenagem a um grande poeta na universidade em que ele estudou. 

Ele tem certeza de que vai ser a coisa mais chata do mundo, só que ao longo da noite as coisas mais estranhas começam a acontecer: um truque de mágica impossível de ser feito e o aparecimento inexplicável de uma égua dentro do banheiro de um apartamento. É, uma égua. Depois de uma noite tão inusitada, Richard acaba deixando uma mensagem comprometedora na secretária eletrônica de sua namorada, Susan Way. 

Sabendo que ele vai estar numa encrenca enorme se Susan ouvir aquela mensagem, ele não vê outra solução para o seu problema. Ele precisa substituir aquela fita por uma nova, então é claro que a melhor coisa a se fazer é escalar um cano que leva à janela do apartamento de Susan, óbvio! #sqn Ele não sabe, mas está sendo observado pelo detetive holístico (que faz observações hilárias sobre o roubo dessa fita) e antigo colega de faculdade, Dirk Gently, que estava procurando por um gato desaparecido...

Svlad Cjelli. Mais popularmente conhecido como Dirk, embora a palavra “popular” não fizesse muito sentido no caso dele. Notório, sem duvida; requisitado, alvo de infindáveis especulações, tudo isso era verdade. Mas popular? Apenas como um acidente de transito grave pode ser popular - todos desaceleravam para dar uma boa olhada, mas ninguém chegava perto das chamas. Infame seria mais adequado: Svlad Cjelli, mais infamemente conhecido como Dirk Gently. Pág. 40

No dia seguinte, Richard é nomeado um suspeito no assassinato do seu chefe Gordon Way. É nesse momento que Dirk decide interferir, mesmo que Richard tenha acabado de acordar e nem esteja ciente do que está acontecendo. Na qualificação de detetive holístico, Dirk se considera a pessoa mais capaz de resolver esse mistério. E por que holístico? Holístico significa considerar a nossa realidade como um todo cósmico, levando em consideração as suas partes e suas inter-relações, eu li assim ó: onde a parte está no todo, assim como o todo está na parte, chique né? Haha. Dirk Gently acredita que a sua crença na interconexão fundamental de todas as coisas vai salvar toda a humanidade da extinção  :)

No grande debate que já dura séculos sobre o que acontece com você após a morte, se é que acontece alguma coisa, quer seja céu, inferno, purgatório ou extinção, uma coisa que nunca foi colocada em questão: a possibilidade de você não saber a resposta mesmo depois de morrer. Pág. 67

O livro é bem elaborado e a narrativa é inteligente e muito fluida. A trama é contada em terceira pessoa e por vários pontos de vista com acontecimentos que parecem fora de ordem. Parecem. Eu tive que parar as vezes pra tentar descobrir o que o autor estava aprontando. Adams tem um estilo que me encheu de vontade de colocar vários quotes do livro aqui e ele tem um senso de humor que eu adoro, aquele levemente irônico. Ele consegue brincar com vários gêneros durante o livro sem muito esforço. Se você está lendo Douglas Adams pela primeira vez, não se enganem, todo parágrafo por mais sem cabeça que pareça, tem o seu propósito ;)

Tudo é realmente holístico, algo que eu li na maior inocência nos primeiros capítulos achando que era algo aleatório, se tornou crucial pra entender as últimas páginas. Não recomendo tentar adivinhar o que vai acontecer, fiquei zonza tentando ligar o poeta Samuel Taylor Coleridge, um Monge Eletrônico, pizzas, um gato desaparecido, secretárias eletrônicas, viagens no tempo, sofás, Bach, etc etc etc...

É muito fácil ficar confuso enquanto você lê, pois o livro é recheado de detalhes e personagens e informações que você deve guardar na mente enquanto prossegue a leitura, isso aconteceu comigo algumas vezes, pois eu não consegui ler esse livro direto, eu precisei ficar parando por motivos de: TCC --‘ Então, eu recomendo que você leia ele em um feriado ou fim de semana, garanto que você vai se divertir e se encantar com a narrativa. Em contrapartida, eu conheço blogueiros que não curtiram o livro, então talvez não seja para todo mundo, mas eu recomendo mesmo assim! Haha. 

Para os fãs de O Guia do Mochileiro Das Galáxias, ao mesmo tempo em que esse livro é parecido com a série, também é bem diferente, com bem menos naves espaciais hehe, então eu recomendo para você que é muito fã do estilo do escritor e quer matar a saudade :)


Agência de Investigações Holísticas Dirk Gently
Título Original: Dirk Gently's Holistic Detective Agency
Autor: Douglas Adams
Editora: Arqueiro
Páginas: 240
Ano de Lançamento: 2015
Skoob - Saraiva

Vocês sabiam que o livro virou série? Tem 4 episódios de 1 hora e foi produzido pela BBC, que faz as melhores séries da vida! ♥ A recepção da crítica foi bem positiva, e eu estou ansiosa para assistir, se eu gostar eu volto aqui pra falar dela pra vocês! Beijos ;)

13 comentários:

  1. Adorei sua resenha e fiquei bastante afim de ler o livro, dá pra ver através de sua palavras que o livro e bastante cativante,com certeza já esta na minha lista

    ResponderExcluir
  2. MEU DEUS COMO ASSIM EU NÃO TENHO ESSE LIVRO AINDA?!
    Eu acho Douglas Adams um dos autores mais geniais que já passaram por esse planeta, a humor britanico com uma pitada de ironia presente em cada paragrafo que ele escreve é uma da coisas mais cativantes nas suas historia e pela sua resenha isso é o que não falta nesse livro, indo agora no submarino pra ter o meu KK

    Abraços
    http://www.desconstruindooverbo.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Eu tenho esse livro aqui em casa, ia começar a ler mais ele sofreu um acidente com água e meio que desisti de ler até ele secar totalmente, mas é a segunda resenha que leio só essa semana, e todas são bem elogiosas *-*

    Gosto de livros bem humorados e como não li nada do autor, acho que vou gostar do que vou encontrar. Os quotes são demais hahahaha;
    Gostei da sua resenha e fiquei feliz em saber da série, quem sabe eu consigo ler e assistir nas férias!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Fê!
    Eu não sei se realmente quero ler algum livro deste Douglas Adams. Não parece ser o tipo de livro que eu curtiria e acharia divertido. Mesmo você elogiando e deixando bem clara sua opinião, não acho que gostaria da leitura assim...
    Nem preciso dizer que adorei a resenha, né? É uma melhor que a outra... <3
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Os livros do Douglas são sempre muito elogiados, mas confesso que eles realmente não chamam minha atenção, creio que por não fazerem meu estilo de leitura. Não sabia sobre a série inspirada na obra.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oii Nanda, tudo bem?
    Preciso comentar desse kit maravilhoso, com um caixa de pizza! Muito amor! ♥
    Quanto ao livro, parece ser daqueles que te deixam doida para saber o que vai acontecer e quando vc acha que já sabe de tudo, você não sabe de nada, né? Deve ser gostoso para ser lido de uma vez, como vc disse! Se surgir a oportunidade, vou ler com certeza!
    Adoreei a resenha! :D

    Beeeijo!

    ResponderExcluir
  7. A sua resenha é a primeira positiva que leio do livro, acho que não deve mesmo ser pra todo mundo essa leitura. De repente pelas pessoas nunca terem lido nada do autor antes, e não entenderem que tudo o que ele escreve tem um propósito. Confesso que agora até fiquei com vontade de ler, mas ouvi dizer que ele deixou a série inacabada, então vou aguardar o lançamento do segundo e último livro escrito pra saber se dá pra se contentar com o final, antes de decidir se leio ou não.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  8. Oi Fê!
    Essa será uma das minhas próximas leituras, então não li a resenha na íntegra para preservar as surpresas ;)
    Nunca li nada do Douglas Adams e tenho muita curiosidade em conhecer o estilo do autor.
    Também vi que alguns blogueiros não gostaram, mas minhas expectativas estão em alta!
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Parece ser mesmo bacana e inteligente, mas fiquei perdidinha da Silva hahahaha
    Ainda bem que não escolhi esse, ia ter muita dificuldade para terminar. Que bom que você gostou!

    Beijos ;*
    Proseando com uma BibliophileFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  10. Gente, eu não imaginava que a história desse livro essa hahaha. AMEI! Já quero ler imediatamente. <3
    Gostei muito da sua resenha, e fiquei feliz em saber que tem uma série, ainda que com apenas 4 episódios. Vou baixar!

    Beijos ♥
    Livros e blablablá

    ResponderExcluir
  11. Oi, Fernanda.
    Por tudo que vc falou, acho que faço parte do público-alvo do escritor, mas como não li nada dele prefiro começar por Mochileiro. Esse livro realmente parece uma colcha de retalhos, nada faz sentido, mas se no final tudo se encaixa então tá certo. Preciso ler Douglas Adams pra entender por que tanta gente adora ele.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  12. Oi, Fernanda! Estou com o livro aqui em casa, mas ainda não peguei para ler. Obrigada pela dica de não ficar interrompendo a leitura haha Vou fazer o que você recomendou e ler tudo de uma vez, ainda mais que é a primeira vez que leio algo do autor. Estou curiosa e espero gostar tanto quanto você! :D Adorei saber que cada parágrafo tem o seu propósito. Sei que li algumas páginas e já estava ficando confusa com tantos elementos haha Quero logo saber como Douglas Adams amarrou todas as pontas. Ah, não sabia que existia a série! Depois que ler, vou procurar para assistir. Beijos!!

    ResponderExcluir
  13. Oi Fernanda!
    Adorei o seu blog!
    E gente, fiquei muito confusa com esse livro KKK Acho que realmente não vai ser todo mundo que vai gostar (ou melhor, entender haha) desse livro! Mas tenho muita vontade de ler algum livro dele (eu tenho Shada que é baseado numa história dele para Doctor Who... acho que talvez seja uma boa introdução á escrita meio maluquinha dele, né? hehe).

    Um abraço!
    winterbird.com.br

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita! Eu respondo por aqui mesmo ou pode deixar o link do seu blog que eu visito você :) Espero que você volte logo! Nanda ;)