Resenha: Geek Love de Eric Smith

26 março 2015

Sinopse: Eric Smith sabe mais do que ninguém que existem prazeres imensos na vida geek. Amigos incríveis, conversas até de madrugada sobre realidades alternativas ou até mesmo o simples prazer de ler aquele lançamento de quadrinhos. No entanto, chega um momento na vida de todo nerd em que o amor bate à porta e daí vem a hora de jogar o xadrez tridimensional que é o mundo dos solteiros.

Oi pessoal! Hoje eu vim falar de Geek Love, um livro muito fofo e divertido, onde o autor Eric Smith tem uma conversa muito honesta e amigável sobre relacionamentos com o leitor, a quem ele se refere carinhosamente de Player 1.

Bom, nós dois sabemos por que você está aqui. Está cansado de viver a vida no single player mode; está em busca de uma Player 2 para chamar de sua.


Esse é um livro com uma narrativa voltada especialmente para o público geek masculino solteiro, mas você, minha amiga geek, também pode ler e se divertir, o livro é cheio de referências hilárias à cultura pop, filmes, séries, jogos, revistas em quadrinhos e à diversos fandoms, de Star Trek até Harry Potter. Então nada tema, tem referências para todos os gostos, quase todas eu reconheci mas não necessariamente entendi, haja vista que eu não sou suuuuuper nerd, só pra algumas coisas ;)



Como vocês podem ver no sumário, Eric te acompanha desde a escolha do seu personagem, te ajudando a descobrir que tipo de geek você é e como você pode trabalhar as suas fraquezas e habilidades especiais da melhor forma possível, até o temido nível do chefão e aquelas fases especiais do Super Mario World.

Eu adorei o tom da narrativa dele, ele dá conselhos úteis ao leitor sem aquele jeito meio julgador de comportamento, sabe? O que rola em alguns livros de conselhos para relacionamentos.

(...) pouquíssimas mulheres saudáveis possuem uma cintura menor que o pescoço de uma pessoa normal. Se você mesmo não inspira comparações com o He-Man ou o James Bond, imagine como as mulheres normais se sentem ao ser comparadas com a She-Ra e a Pussy Galore. 

O autor desenvolve bastante essas etapas de como conhecer garotas, como encontrar pontos em comum com a pessoa, e fazer com que as diferenças que rolem se transformem numa coisa boa. Ele explica o que não fazer e todo tipo de dica sobre o complexo mundo dos relacionamentos: primeiro encontro, friendzone, como saber se as coisas estão ficando sérias e ele até passa rápido pelas dicas sobre como sair de algumas situações possivelmente constrangedoras quando as coisas esquentam  :)

A vontade que me dá é de encher isso aqui de quotes, porque eu amei muitos, mas vou deixar vocês com o meu favorito:

Se é um bibliófilo, seus olhos imediatamente cairão sobre a prateleira de livros dela assim que entrar em sua casa pela primeira vez. Você sabe que não deve julgar um livro pela capa (até parece), mas não consegue evitar. Você é apenas humano (diferente dos protagonistas da série Crepúsculo sobre o qual está pousando seus olhos julgadores). Em vez de usar o gosto literário (ou a falta dele) de alguém como sinal vermelho, use-o como ponto de partida para fazer perguntas que vão além das básicas "sobre você". Ei, talvez exista algo de bom na série Crepúsculo que você acabou deixando passar. (Spoiler: não tem.)

Resumindo, para você querido nerd à procura da metade da sua laranja, o cascão da sua ferida, a tampa da sua panela e não sabe por onde começar, eis aqui o seu próprio Mr. Miyagi, ou Obi-Wan Kenobi, que é mais apropriado aqui meu jovem Padawan ;)


Título: Geek Love - O Manual do Amor Nerd
Autor: Eric Smith
Editora: Gente 
Ano de publicação: 2014
Número de páginas: 208

15 comentários:

  1. Que lindo o livro por dentro!
    Eu tô pra comprar esse pro meu namorado hahahaha Mas vou ter que ler antes, gostei muito da sua resenha!
    Parabéns pelo blog!
    Beijos!
    www.livrosdajess.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Nanda , não sou totalmente nerd , mas confesso que tenho meus momentos . Desde que lançaram esse livro eu tenho vontade de lê-lo , pq vamos combinar ele é lindinho . Mas sempre fiquei com um pé atrás , com medo de não conseguir avançar na leitura. Mas adivinha quem ta doida pra ler ele agora?hahaha sua resenha que me conquistou totalmente.

    Beijos , Anna
    http://www.amigadaleitora.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá, eu não leio esse estilo de livros, amei seu post, me derreto por posts com fotos, amei sua maneira de resumir o livro em poucas linhas e indicá-lo em alto estilo.

    ResponderExcluir
  4. Gostei da resenha parabéns, achei lindo o livro, mais um pra minha lista, que já ta enorme rs


    http://culpa-dos-livros.blogspot.com.br/2015/03/a-cidade-do-sol.html

    ResponderExcluir
  5. Oi, Fernanda! Eu não sou Geek, já encontrei meu amor, então esse livro não é mesmo pra mim. hahahaa! Li algumas resenhas negativas, o que me fizeram afastar ainda mais dele.
    Mas adorei o quote sobre o bibliófilo. Mt a nossa cara!!! hahaha
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  6. Eu amei o estilo do livro. Com certeza vou comprar. Gosto desses livros que interagem com o leitor. Há tempos que já tava namorando esse livro pela capa e pelo título, é a primeira resenha que li. Muito bom!
    Beijos, Carol.
    www.anamatosferreira.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Socorro! ! Ahahahaha
    Trem livro pra tudo nessa vida né, minha gente!
    kkkk boa resenha, a arte é uma graça, mas obviamente eu não leria...
    Beijos,
    May
    www.ensaiodemonomania.com.br

    ResponderExcluir
  8. eu li esse livro ano passado, não é um dos melhores, mas a leitura é de certa forma bem fofinha ^^
    gostei da resenha.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  9. Hey, tudo bem?
    Amo demais livros com citações; tem um tom todo especial você reconhecer uma citação ainda mais quando é de algo que você gosta. Essa com certeza seria uma leitura muito divertida pra mim.
    Beijos.
    Dois Dedos de Prosa

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?

    Acredita que acabei de ler esse livro? Essa semana. Eu particularmente amei a narrativa, as imagens e as referências do autor, até peguei algumas dicas HAHAHA Mas infelizmente eu achei que em alguns momento teve um excesso de referências. Isso é bacana, mas limita muito o entendimento da leitura pelo público, afinal, nem todo mundo é mega nerd que nem eu HAHAHA. Gostei do seu ponto de vista. Confesso que ri muito quando li o capítulo sobre a friendzone ;P

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi xará! Esse livro deve ser demais, muito engraçado!
    Bem estilo "The Big Bang Theory" e eu adooooro essa série!
    A comparação do relacionamento amoroso com as diversas etapas de um jogo de video game deve ser muito divertida. Esse, com certeza, está na minha lista de compras para ter em casa!

    Beijos,
    Fernanda
    www.oprazerdaliteratura.com.br

    ResponderExcluir
  12. Esse livro parece super divertido! Fiquei curiosa em saber quais são essas dicas malucas de conquista hahahaha
    Adorei os trechos ;D

    Beijos ;*
    Proseando com uma BibliophileFacebook

    ResponderExcluir
  13. Oi tudo bem?
    Nossa, ameeeei esse livro! A diagramação é incrível e o estilo de narrativa do autor é o máximo! As citações nerds são o que mais me encantaram e me fizeram morrer de rir durante a leitura. Não é um livro pra todo mundo, mas pra quem gosta desse mundo e reconhece boa parte dele é incrível!
    Beijos
    www.romanceseleituras.com

    ResponderExcluir
  14. Oi, Nanda.
    Sabe que não imaginei que fosse um livro tão divertido? Fiquei surpresa com essas citações. Deu até vontade de conferir. :)
    Beijjos.

    ResponderExcluir
  15. Oiê, Fer.
    Eu amei esse livro. Achei tão fofo e delicado. O autor usou de metáforas hilárias para apresentar a história.
    Me acabei de rir lendo.
    Amei sua resenha :)

    Beijocas,
    http://www.segredosentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita! Eu respondo por aqui mesmo ou pode deixar o link do seu blog que eu visito você :) Espero que você volte logo! Nanda ;)