Resenha: O Desafio de Ferro e #MagisteriumDay

27 outubro 2014

Sinopse: AMIGOS E INIMIGOS. PERIGO E MAGIA. MORTE E VIDA. A maioria dos garotos faria qualquer coisa para passar no Desafio de Ferro. Callum Hunt não é um deles. Ele quer falhar. Se for aprovado no Desafio de Ferro e admitido no Magisterium, ele tem certeza de que isso só irá lhe trazer coisas ruins. Assim, ele se esforça ao máximo para fazer o seu pior... mas falha em seu plano de falhar. Agora, o Magisterium espera por ele, um lugar ao mesmo tempo incrível e sinistro, com laços sombrios que unem o passado de Call e um caminho tortuoso até o seu futuro. Magisterium - O Desafio de Ferro nasceu da extraordinária imaginação das autoras best-seller Holly Black e Cassandra Clare. Um mergulho alucinante em um universo mágico e inexplorado.
Quando ele se abaixou para ver de perto, se deu conta de que os arranhões formavam palavras - palavras que a esposa encravou no gelo da caverna com suas últimas forças. Quando ele as leu, foi como se tomasse três socos violentos no estômago. MATE A CRIANÇA.
Oi pessoal! Tudo bem? Sábado (18/10) a Editora Novo Conceito promoveu o #MagisteriumDay no Brasil todo, eu fui e resolvi fazer a resenha e mostrar os brindes no mesmo post :) Vamos lá: eu sei que alguns de vocês como eu, assim que vêm um livro da Cassandra Clare, especialmente se for junto com uma capa dessas, pensam logo em uma certa saga que já nos é bem familiar, certo?! Bom, deixa eu começar a resenha e explicar melhor :p 

Segurem os forninhos que vai ser loooongo hehe

A Cassadra Clare e a Holly Black pegaram um avião juntas, e quando elas pousaram, elas já tinham idéias para os 5 livros da saga Magisterium. Cada livro vai mostrar um ano no Magisterium, o instituto de magia que o protagonista estuda. No primeiro livro nós conhecemos Callum Hunt, ele é um garoto que cresceu ouvindo de seu pai que a magia é a pior coisa que existe no mundo e que ela vai eventualmente levá-lo a morte. Então ele não quer, sob hipótese alguma, estudar no Magisterium. O pai dele culpa a magia e o próprio instituto pela morte da mulher dele, pela destruição da vida dele e por outras coisas que são spoilers :)


Aos 12 anos, o Callum deve passar por um teste pra entrar no Magisterium, mas o pai dele dá instruções para que ele não passe nessa prova e não se torne um aluno do instituto. Auto-sabotagem é mais difícil do que parece né gente? Mas ele consegue! Yay! Ele fica com um pontuação péssima e o pai dele fica super orgulhoso e tá tudo muito bem. Até que ele descobre que mesmo com uma nota baixíssima no teste, ele é escolhido por um dos grandes magos, mestre Rufus, para ser um dos seus pupilos e é obrigado a frequentar a escola. Por que ele é escolhido? Porque mestre Rufus viu que o Callum, mesmo com uma perna manca (eu já vou falar disso), estava se esforçando para ser reprovado. Então é assim que começa a nova vida do Callum no Magisterium, onde ele vai aprender sobre a história da magia, fazer amigos, saber mais do seu passado e descobrir alguns segredos, claro ;)

Vou falar das 3 pessoas da capa: 
Callum (lado esquerdo): ele é mal-humorado, sarcástico e solitário. Ele tem uma perna manca por causa de um spoiler e sempre sofreu um pouco de bullying por isso, e ele lida com tudo isso com tiradas sarcásticas e várias piadas, mas sempre resmungão e com ar de raiva. Mesmo com essa simpatia toda hehe, ele tem um lado vulnerável e me conquistou, ele cresce bastante durante a narrativa e é muito bacana de acompanhar.

Aaron (meio): é o cara mais legal e simpático dos três. Sabe aquela pessoa que você conhece que é genuinamente bondosa? Pois é, é ele. Mas não é isso o que faz dele uma personagem interessante, são todos os eventos surpreendentes que o cercam (olha eu misteriosa...).

Tamara: no começo do livro, essa menina é um pé no saco, me deu nos nervos. Porééém, ela vai melhorando, ela é super inteligente, já tem contato com magia há muito tempo e nós vamos entendendo as suas atitudes ao longo do livro, e eu já tenho uma quase afeição a ela :p

Como esse é o primeiro livro, nós conhecemos muuuuitas personagens e nem sempre nos lembramos de todas, mas aos poucos eu fui me familiarizando e me apegando a elas. Esses são os cinco princípios da magia no Magisterium:
O Fogo quer queimar. A Água quer fluir. O Ar quer se erguer. A Terra quer unir. O Caos quer devorar.

Durante os 5 anos de formação eles aprendem a manipulação dos quatro elementos da natureza: Água, Terra, Fogo e Ar, e esse elemento do centro é o caos, que poucas pessoas conseguem manipular.


O Desafio de Ferro se concentra na construção do mundo do Magisterium e na sua história,  por isso o passo é meio lento e portanto ficam muitas pontas soltas para os próximos livros e eu já fiquei curiosa. O texto é muito concatenado, nós temos mistérios, descobertas, soluções imediatas e o que vai ficar pro próximo livro, tudo direitinho, foi feito um ótimo trabalho de desenvolvimento, o que me deixou impressionada, haja vista que o livro tem duas autoras e isso deve dar um senhor trabalho e exigir muita paciência e talento. 

Quando eu li esse livro, no Kindle, eu parei lá pelos 40% e eu só pensava: Harry Potter. Eu sei que é difícil você pegar um livro desse gênero e não notar eventuais semelhanças. Eu não gosto de comparar, mas eu vi muitas coisas parecidas logo de cara e eu fiquei com aquilo na cabeça. Mas deixa eu dizer pra vocês que sim, eu julguei muito rápido. As autoras me enganaram direitinho, O Desafio de Ferro é um ótimo primeiro livro, com a sua própria magia e seus próprios personagens num mundo fascinante :) Mas eu vou deixar claro (sem spoilers) que foi a segunda parte, passando um pouco da metade, que me convenceu a ler o restante da série, aconteceram várias reviravoltas e eu fiquei: como assiiiiim?! :O agora só ano que vem, só nos resta esperar...


Todos eles gritaram de excitação. Tamara gritou porque ela estava feliz. Aaron gritou porque ele gostava quando outras pessoas estavam felizes, e Call gritou porque ele tinha certeza de que eles iam morrer.
Agora vou falar rapidinho do #MagisteriumDay que rolou na Saraiva do Shopping Boulevard aqui em Belém, foi conduzido pela blogueira Bianne Souza do blog Garota Pai D'égua e teve bastante gente, foi muito legal conhecer novos amantes da leitura aqui da minha terrinha e saber mais sobre a saga ;) Rolaram brindes e sorteios, claro que eu não ganhei nenhum, porque eu nunca ganho nada hehehe, mas fiquei super feliz com os marcadores e já ansiosa pelo próximo #MagisteriumDay ;)


6 comentários:

  1. Oii Fernanda, tudo bom?
    Eu estou no comecinho de O Desafio de ferro e realmente, algumas coisas me lembrar Harry Potter! Bom saber que a história toma rumo diferente! :D
    Essa capa é linda, né? :)

    Beijo,
    http://www.pitadadecultura.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Fê!
    Olha, foi quase impossível durante a leitura da sua resenha não remeter logo a HP. Toda essa vibe de magia, escola e tal fez-me imediatamente lembrar de HP.
    Entendi bem sua opinião e possivelmente gostarei da leitura. No entanto, acredito que não será favorito. Pareceu-me ser apenas um bom livro; um bom iniciante da série a meu ver. Não mais que isso.
    Mas como não quero tomar conclusões precipitadas, vou ler logo logo e espero gostar.
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Fernanda,
    Eu já estava muito curioso pra ler esse livro, sua resenha serviu pra aumentar essa curiosidade! rs
    A história parece ser incrível, e a capa me agradou muito.
    Mais uma vez, a Cassadra Clare e Cia estão mandando muito bem no marketing (tipo escrever um livro com a Holly Black, quem nunca?!?).

    Abraços,
    http://entreserieselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Fernanda, tudo bem?

    Nossa, to bem curiosa para esse livro. Apesar de nunca ter lido nada de nenhuma das autoras, achei a parceria interessante. Bom saber que o livro é cheio de reviravoltas.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oie Fer
    uau, você foi rapidinha no gatilho resenhando o livro. Eu ainda não tinha lido nenhum resenha, e que bom que a primeira foi super empolgante. Já li a saga da Cassandra, e amo os livros dela, apesar de notar uma enorme influência de HP. Já li um livro da Holy, e a experiência não foi muito boa. Estou mega curiosa para ler esse livro, e vou colocar no topo da lista.
    P.S: pena que a NC não fez a ediçao com capa dura. Ia ficar muito mais bonito.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  6. Oi amiga,
    Me lembrou muito HP, mas estou bem ansiosa para ler.
    Ainda não li nada das duas autoras e vejo tantos comentários positivos que só posso esperar uma excelente saga.
    Deve ter sido uma delícia o evento.
    bjs

    http://www.entrepaginasesonhos.com.br/

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita! Eu respondo por aqui mesmo ou pode deixar o link do seu blog que eu visito você :) Espero que você volte logo! Nanda ;)