Fuxicando Sobre Chick-Lits: Desafio de Abril: Os Delírios de Consumo de Becky Bloom de Sophie Kinsella

02 maio 2013

Oi Pessoal! Hoje eu trouxe pra vocês mais uma resenha do desafio Fuxicando Sobre Chick-Lits, e o tema desse mês é:
Abril: Chick-Lits nas telas! Escolha um livro que já ganhou alguma adaptação para o cinema ou em forma de seriado!

Esse mês eu fiz compras na submarino na parte de livros importados (vou mostrar para vocês na próxima caixinha) e eu escolhi Os Delírios de Consumo de Becky Bloom, da diva Sophie Kinsella :) achei essa edição movie tie-in perfeita e adorei a capa, as letrinhas são em alto relevo, ele é pequeno e só me custou 10,00 ;)

Sinopse: Rebecca Bloom é uma jornalista especializada na área de finanças e uma compradora compulsiva. Na realidade, ela nada entende de economia, apesar de trabalhar no ramo, vive fugindo do gerente de banco e inventa meios malucos de conseguir pagar seu cartão de crédito. Romance de estréia de Sophie Kinsella.
Então, eu nunca tinha lido esse livro, sou uma vergonha para a classe das chicklitianas, eu sei, mas eu não sei dizer o porquê de eu nunca ter conseguido ler, e olha que eu adoro a Sophie Kinsella! Acho que essa série era a única que faltava dessa autora para mim, e enfim, com o desafio desse mês eu finalmente li e só posso lamentar por não ter lido antes, adorei, começando a resenha em 3,2,1...

"Sabe quando você encontra alguém bonito e ele sorri e seu coração fica igual manteiga derretida em cima da torrada? É assim que eu me sinto quando eu vejo uma loja. Só que melhor."
A Rebecca, ou Becky para nós, é no mínimo uma figura! Ela é jornalista financeira, sabe aquele tipo de jornalista que dá conselho para as pessoas sobre como investir o seu dinheiro e essas outras coisas financeiras? Pois é, a Becky faz isso! O único problema é que ela mesma não segue os próprios conselhos! Ela está até o pescoço de dívidas graças ao seu consumo compulsivo, ela tem cartões em vários bancos e contas negativas em cada um deles. Ela não consegue evitar, mesmo, ela sente uma força de atração quase palpável a levando em direção à cada uma das lojas que tenham uma placa escrito liquidação, o mais incrível é que ela genuinamente acredita em cada uma das desculpas esfarrapadas que ela mesma dá pra cada compra absurda que ela faz!
“Tudo bem. Não entre em pânico. É só uma conta do VISA. Só um pedaço de papel, alguns números. Quero dizer, que poder têm uns poucos números para nos amedrontar?”
Ela arranja utilidades para qualquer compra inútil que ela faz e enxerga tudo como um grande investimento, enquanto isso as cartas de cobrança dos bancos não param de chegar, há meses que está tudo estourado e ela não sabe mais quais desculpas dar para o gerente do banco que ela deve mais. Já deu pra perceber o caos que é a vida dela né? 
"-Creio que você gostou desta - diz a simpática moça loura, pegando uma echarpe de um azul-acinzentado suave na pilha à sua frente. (…)Não há dúvida. Eu preciso ter esta echarpe. Ela faz meus olhos parecerem maiores, meu corte de cabelo parecer mais caro, me transforma em uma pessoa diferente. As pessoas vão se referir a mim como a Garota da Echarpe Denny and George."
E mesmo com toda essa bagunça, a gente tem que ter um romance né? Ela consegue se apaixonar pelo único cara que ela antipatiza desde o início do livro! Luke Brandon é um expert em finanças e um empresário de sucesso, tem um QI altíssimo, super sensato e um pouco arrogante demais para o gosto da Becky, mas mesmo assim...
“Uma pena? O que ele quer dizer? Por que é uma pena? Quando olho para ele, seus olhos escuros encontram os meus e sinto um pequeno tremor bem dentro de mim. Saídas do nada, as palavras de Clare surgem na minha cabeça. Luke Brandon estava perguntando se você tem namorado.”
A Becky se tornou a minha anti-heroína preferida, ela tem muitos defeitos, faz tudo sem pensar nas consequências, é fútil e imatura (no começo do livro, depois ela vai repensando as coisas), como o Luke mesmo disse, ela tem imaginação, o que permite que ela invente muitas e muitas mentiras para se livrar das enrascadas e por incrível que pareça ela não é desonesta, ela é só um pouco inconsequente (só né? haha) que precisa crescer um pouco. Maaaaaas, ela também é cheia de qualidades! Ela tem um coração enorme, ela é sensível, otimista, engraçada, muito engraçada e genuinamente bondosa, eu adorei acompanhar o amadurecimento e crescimento da Becky e amei as reações dela do que ela é capaz de fazer se tomar as rédeas da situação e se esforçar para resolver os seus problemas.

Quanto a narrativa? Já falei trocentas vezes que sou muito muito fã da Sophie Kinsella, a narrativa é leve, super divertida, linguagem fácil, te prende até o final, mesmo com aquele frio na barriga que a gente fica de pensar em COMO ela vai dar um jeito nisso tudo?! Se você é fã de leituras para relaxar e dar boas risadas, recomendo! Fico feliz de ter finalmente lido esse livro, é uma leitura despretensiosa com uma pontinha de crítica que nos faz muito bem! 

Os Delírios de Consumo de Becky Bloom (Skoob - Saraiva)
Autora: Sophie Kinsella
Editora: Dell Fiction
Categoria: Literatura Estrangeira / Romance
N° de Páginas: 350

Eu assisti ao filme homônimo inspirado no livro antes da leitura e só para variar eu gostei muito mais do livro haha. Os dois são bem diferentes, não tem como comparar as duas tramas, e no filme eu não gosto tanto assim da Becky, mas o filme é bem engraçado e eu amo o Hugh Dancy e aquele sotaque dele :p


Olha o trailer aqui pra vocês ;)


Beijos, Nanda.

16 comentários:

  1. Estou vendo esse filme agoraa
    hahaa eu amooooo
    o livro é super engraçado e eu amei a sophie escreve mt bem!
    apesar de o filme ser diferente do livro eu gostei bastante!
    http://cantinhodanina19.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu amo a Becky, e sempre que chega a fatura do meu cartão eu lembro dela, não tem como pensar em outra coisa, e sempre que me sinto falida também penso nela, enfim, UHAUAHAHUAUHAUAHUA essa capa é linda, e que bom que você consegue ler livros estrangeiros, as capas e edições são tão mais bonitas <3

    Beijão
    Michelle Boyd
    Little Things

    ResponderExcluir
  3. Olá Fernanda.
    Já tive a oportunidade de ler esse livro (mas em portugues, claro) e adorei. Dei boas risadas com a Becky ein, hehehe.
    Ah e eu adooroo o gênero chick-lit, acho que é um pouco por isso.

    Beijos, sucesso.
    Jéssica,
    http://bestherapy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu adoro esse livro! Foi o primeiro chick-lit que li e ameeei!!!!!

    Beijoos,

    duasamigas-variosmundso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Esse livro eu ainda não li... Mas adoro o gênero chick-lit. Li um dessa autora e amei, super recomendo, O Segredo de Emma Corrigan

    Beijos,

    Lulu
    http://blogamantesdelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Eu só li um livro a Sophie mas amei.
    Os Delírios de Consumo de Becky Bloom está na listinha de desejados, na verdade quero todos dela.
    Achei o trailer bem divertido, vou procurar o filme.

    Beijos
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  7. Oi Nanda,
    Esse é foi o único livro da Sophie que li (comprei aqueles dois em inglês e já estão na fila \0/) mas adorei a narrativa. Acho a Becky um máximo!!! E esse livro é incrível, amei!
    A resenha está ótima, amiga :)
    bjs

    http://entrepaginasesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Adorei hahaha, ri muito com os trechos dos livros que você posto. Eu ainda não li nenhum chick-lit,
    porque na verdade nunca me atraiu tanto assim, eu gostei muito dessa resenha, e vou adorar ler esse livro, risadas é comigo mesma =D
    E o bom é que baratinho ^.^
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Esse livro é ótimo, adoro a autora e tudo que ela escreve. Ainda não vi o filme pq não tive oportunidade, mas você me deixou com vontade, acho que vou assistir nesse final de semana.

    ResponderExcluir
  10. Eu assisti primeiro o filme, na época nem sabia que tinha livro.
    Até que fui em um Sebo e me deparei com o livro, praticamente devorei ele, concordo que a escrita da autora é muito boa.
    Estou louca para ler os outros livros da Becky, mas estou a espera de uma promoção bem legal no submarino. hahahahaha

    ResponderExcluir
  11. Eu assisti ao filme e adoreeeeeeeeei. Nunca li o livro, mas sou doida para ler. E quero ler os outros também.

    ;)

    http://pseudonimoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá Fernanda!
    Eu estou louca para ler algo da Sophie Kinsella. Já assisti ao filme Os delírios de consumo de Becky Bloom e amei demais! E você disse que o livro é melhor então, se já gostei do filme, imagina então do livro?
    O filme é muito engraçado, e eu como amo uma história leve, principalmente essas para passar o tempo, tenho certeza que irei adorar ler esse livro *-*
    P.S.: Eu amo esse Desafio Fuxicando sobre chick-lits *-*

    Beeijos,
    iSteh

    ResponderExcluir
  13. Uma vez li uma resenha que e dizia que o livro não era tão engraçado assim e que era mais drama.
    E nessa diz diferente, que é muito engraçado, fiquei confusa.
    Eu vou assistir o filme mas o livro ainda verei se vou ler.

    ResponderExcluir
  14. Eu não gosto de Chick-Lits =S
    Nem o filme eu vi porque o trailer não me agradou.
    Mesmo com a resenha positiva não me deu vontade de ler, quem sabe um dia eu leia, mas agora não.

    ResponderExcluir
  15. todo mundo com quem eu converso ja leu este livro, Os Delírios de Consumo de Becky Bloom parece ser o tipo de livro que todo mundo leu rs adorei sua resenha, tambem quero ler para que a Becky seja minha anti-heroína preferida tambem srsr (adorei esta frase) mas vou ler o livro antes e depois ver o filme, prefiro seguir este esquema rsrs mas com certeza é minha proxima leitura,
    SIMPLESMENTE AMEI A RESENHA. serio, me fez apaixonar pela historia mesmo sem ter lido!

    ResponderExcluir
  16. Já vi o filme,divertido.
    Becky Bloom e suas compras,a leitura também parece divertida,não conheço muito boas indicações no gênero chick-lit.

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita! Eu respondo por aqui mesmo ou pode deixar o link do seu blog que eu visito você :) Espero que você volte logo! Nanda ;)