Resenha: A Culpa é das Estrelas do John Green

04 janeiro 2013

Sinopse: Em A Culpa é das Estrelas, Hazel é uma paciente terminal de 16 anos que tem câncer desde os 13. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas.

Oi Bookaholics!! Feliz Ano Novo!! Espero que a noite de vocês do dia 31 tenha sido maravilhosa :)

Então, cá estou, como prometido, para a primeira resenha do ano, de A Culpa é das Estrelas do John Green, que eu repito: se vocês virem alguma promoção desse livro, comprem! e não deixem de me avisar! haha Eu emprestei de uma amiga e ela não quis me dar de presente! :p Achei um absurdo da parte dela, mas fazer o quê né haha, vamos pra resenha:

"A culpa, querido Brutus, não está nas estrelas, mas em nós mesmos". – Julio César, William Shakespeare.

Hazel Grace tem 16 anos e foi diagnosticada com câncer de tireóide com metástase nos pulmões aos 13 anos, na época, seu estado foi diagnosticado como terminal, porém, graças ao Falanxifor (não perguntem - alguma coisa que faz os tumores do câncer diminuir - eu sou de exatas gente! haha), ela está viva e bem. A sua melhor amiga é a sua mãe e os livros, sim, a Hazel é uma leitora voraz \o/ a sua mãe faz com que ela compareça às reuniões do Grupo de Apoio a Crianças com Câncer todas as quartas-feiras (eu acho, não lembro mais, mas é uma vez por semana hehe), porque a sua mãe diz que ela precisa fazer amigos, e é lá que ela conhece Augustus Waters. Hazel é uma personagem com uma acidez incomum e uma ironia que eu adoro, ela encara a sua doença com cinismo e escárnio, o que alivia o impacto de tudo pra nós, leitores.

"Não contei que o diagnóstico veio três meses depois da minha primeira menstruação. Tipo: Parabéns! Você já é uma mulher. Agora morra." Página 29

Augustus Gus Waters tem 17 anos e teve osteossarcoma (um tipo de tumor maligno ósseo, e por causa dele, tem a perna amputada e usa uma prótese), e o seu tumor está em remissão há mais de um ano, ele vai à reunião do grupo de apoio uma vez a pedido de seu amigo Isaac, que vai passar por uma operação que o deixará cego em breve, e nessa única vez ele conhece a Hazel. Augustus é alto, magro, atlético (ele jogava basquete), é dono de um sorriso cafajeste, é bonito e sabe disso, e ele é o pior motorista que eu já li na minha vida. Ele é adepto das ressonâncias metafóricas, e pra provar isso ele sempre leva um cigarro à boca mas nunca o acende. Ele tem uma grande visão da vida, e se questiona sempre qual o objetivo de viver ou morrer se não por uma grande causa?

"- Por que você está olhando para mim desse jeito?
Ele deu um sorrisinho.
- Porque você é bonita. Eu gosto de olhar para pessoas bonitas, e faz algum tempo que resolvi não me negar os prazeres mais simples da existência humana"

Eles se tornam amigos rapidamente e nós somos presenteados com diálogos inteligentes, irônicos e muito divertidos, uma amizade que vai crescendo, algo muito lindo de se ler. Então, eu contei que a Hazel é uma leitora ávida...de um único livro? hehe ela nutre um amor incondicional por Uma Aflição Imperial, que Augustus também lê, e sente quase o mesmo que Hazel em relação ao livro, eu diria. A protagonista desse livro, a Anna, também sofre de câncer e Hazel se identifica muito com tudo no livro.

"Meu livro favorito era, de longe, Uma aflição imperial, mas eu não gostava de falar dele. Às vezes, um livro enche você de um estranho fervor religioso, e você se convence de que esse mundo despedaçado só vai se tornar inteiro de novo a menos que, e até que, todos os seres humanos o leiam." Páginas 36 e 37

Eu queria muito que esse livro existisse mesmo :) Esse livro é tem papel fundamental e é essencial para a história.

"Existe um contrato silencioso entre autor e leitor, e acho que o fato de ele não terminar a história do livro meio que viola esse contrato."

Assim como a Hazel Grace leria a lista de compras de Peter Van Houten, seu escritor favorito, eu leria até a lista de compras de supermercado do John Green. Os personagens são extremamente autênticos e vivos, o modo como eles se entendem e estão lá um para o outro é único.

"Enquanto ele lia, me apaixonei do mesmo jeito que alguém cai no sono: gradativamente e de repente, de uma hora para outra." Página 118

John Green me deixou com o coração apertado ao longo da leitura e me devolveu ele diferente de quando eu iniciei o livro, e eu amei cada linha. 

"- Esse é o problema da dor - o Augustus disse, e ai olhou para mim. - Ela precisa ser sentida." Página 63

Na capa, tá escrito assim: Você vai rir, vai chorar e ainda vai querer mais, vocês podem pensar ahh é só mais alguma coisa que eles sempre escrevem na capa pra você comprar logo o livro, e eu também pensei assim, mas é a mais pura verdade, literalmente. Eu ri bastante, chorei na mesma intensidade que ri, eu acho, e tava morrendo de medo de chegar até o fim e quando cheguei, cheguei muito cedo.

A Culpa é das Estrelas (Saraiva - Skoob)
Autor: John Green
Editora: Editora Intrínseca
Categoria: Literatura Estrangeira/Romance
Idioma : Português
Número de Paginas : 288

Beijos, Nanda

13 comentários:

  1. No fim do livro fala que esse remedio não existe de verdade, uma pena :/

    Eu já li A culpa é das estrelas, é um livro maravilhoso, eu também leria a lista de compras do John Green, espero que lance mais livros dele ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marina! éé :( não existe, nem o livro, nem nada hehe
      tem também 'Looking for Alaska' que eu acho que foi traduzido para o português ano passado, mas não tenho certeza, vou tentar ler assim que possível! Quero mais do trabalho dele!!

      Excluir
  2. Nanda, não vi seu recado... só que você curtiu o BT de cara nova.. rs

    ResponderExcluir
  3. Nanda, eu iria adorar! Mas para quando é?! Porque até fevereiro eu não estou podendo me envolver com promos.. :(

    ResponderExcluir
  4. Ahhh... o recado aqui em cima é meu! Eu estava logada como Kéziah Raiol, minha amiga... hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh sim, não tem problema :)
      Pena que você não pode participar da promo :(
      Mas haverão outras! :D

      Excluir
  5. Mais perfeito impossível!
    Amei esse livro!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias
    http://livroterapias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ebaaa, você leu a retrospectiva. :) Amei seus comentários!
    Sabe que agora fiquei com mais vontade ainda de ler esse livro? Linda resenha! Amei! O livro deve ser maravilhoso! Talvez eu leia agora em janeiro. :) E acho que vou chorar muito rsrs.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Li siiim :)))
      Ahh eu tentei transmitir ao máximo tudo o que é possível de ser transmitido em uma resenha! haha já que a gente não pode contar tudo hehe, espero que você leia e que goste! o livro é com certeza, emocionante :)

      Excluir
  7. Nanda que resenha Linda *_*
    Tomara que eles tragam outros livros do John pra cá né ?
    Parece que a gente combinou né, no mesmo dia da sua resenha eu botei a layout inspirado no livro *-*
    Abraços '

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabe :)
      Eu acho que já tem "Quem é Você, Alasca?" dele lançado ano passado, mas não lembro qual a editora! Mas eu vou procurar saber, ++++ do John Green :D
      Foooi, e a gente nem combinou! o teu layout está lindooo *.*

      Excluir
  8. Por mais que falem bem do livro ano me animo a ler ele, qm sabe quando realmente passar todo esse frenesi por causa dele

    bjos
    Pah
    dicalivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Fernanda,
    Sua resenha está linda demais, sempre que vejo esse livro fico me coçando para comprar e na próxima não escapa rs.
    A história parece ser maravilhosa.
    Bjs

    Joyce
    entrepaginasesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita! Eu respondo por aqui mesmo ou pode deixar o link do seu blog que eu visito você :) Espero que você volte logo! Nanda ;)