RESENHA: 'Fiquei Com o Seu Número' by Sophie Kinsella da Editora Record

02 novembro 2012


A jovem Poppy Wyatt está prestes a se casar com o homem perfeito e não podia estar mais feliz... Até que, numa bela tarde, ela não só perde o anel de noivado (que está na família do noivo há três gerações) como também seu celular. Mas ela acaba encontrando um telefone abandonado no hotel em que está hospedada. Perfeito! Agora os funcionários podem ligar para ela quando encontrarem seu anel. Quem não gosta nada da história é o dono do celular, o executivo Sam Roxton, que não suporta a ideia de haver alguém bisbilhotando suas mensagens e sua vida pessoal. Mas, depois de alguns torpedos, Poppy e Sam acabam ficando cada vez mais próximos e ela percebe que a maior surpresa da sua vida ainda está por vir.

Oi gente :) Resenha fresquinha de uma autora que eu gosto muito! Se tem uma coisa que eu adoro nos livros da Kinsella é que eles nunca me decepcionaram, e dessa vez não foi diferente.

A Poppy está encrencada, muito muito mesmo. Ela perdeu o seu anel de noivado, aquele com uma esmeralda espetacular com dois diamantes :O que já está na família de Magnus há três gerações, e o seu noivo, o doutor Magnus Tavish - membro do King's College of Londres* - o tirou de um cofre exclusivo no banco antes de a pedir em casamento, e ela simplesmente perdeu o anel! Ai meu Deus!

"O problema do pânico é que ele toma conta de você de repente. Num minuto você ainda está bastante calma, dizendo para si mesma: "Não seja ridícula. É claro que não está perdido." No minuto seguinte, a equipe do Marie Curie está anunciando que a noite vai ser encerrada mais cedo por causa das circunstâncias inesperadas e entrega bolsas com produtos. E todas as suas amigas desaparecem para pegar o metrô. E seu dedo ainda não tem nada nele. E uma voz dentro da sua cabeça grita: "Ai, meu Deus! Eu sabia que isso ia acontecer! Ninguém devia ter confiado a mim um anel antigo! Que grande erro! Grande erro!" Página 15

A Poppy (Ahh ela é fisioterapeuta, mas vou deixar vocês descobrirem mais sobre ela lendo) estava no meio de um último encontro com as suas amigas num hotel antes do casamento, tomando champanhe e comendo cupcakes, e fazendo sorteios de brindes e tudo o mais, e suas amigas insistiram em experimentar o  seu anel de noivado, e nessa hora o alarme de incêndio tocou, imagina a confusão! E foi assim que ela perdeu o seu anel, no meio da confusão, acabou perdendo também o seu celular, de tanto procurar no hall do hotel, dando círculos e mais círculos, com o pânico se apoderando cada vez mais dela, ela visualiza um celular, novinho, jogado em uma lixeira (isso mesmo! você leu direito!)

"Meu instinto é mandar uma mensagem de texto para alguém dizendo: 'Ai meu Deus, perdi meu celular!" Mas como posso fazer isso sem um maldito celular?" Página 18 (...) "Figueiras...Jornais...Lixo...Lixo. Espere. O que é aquilo? Fico paralisada e olho para dentro da lixeira me perguntando se alguém está pregando uma peça em mim ou se estou tendo uma alucinação. É um celular. Bem ali na lata de lixo. Um telefone celular." Página 21

Pouco depois ela descobre que o celular pertence à Sam Roxton, um grande executivo que estava numa convenção no mesmo hotel que Poppy estava com as suas amigas, o celular foi jogado fora por sua ex-assistente que fez o favor de se demitir no meio da convenção sem avisá-lo, e ele quer o aparelho de volta, pois o aparelho é da empresa e ele precisa muito dele para os seus projetos, mas... 'achado não é roubado', e quando Poppy se viu com um celular em mãos, ela saiu distribuindo para todos o seu novo número, os funcionários do hotel, as faxineiras, as suas amigas, que caso encontrassem o seu anel, ligariam imediatamente para esse número, então, ela não vai de jeito nenhum devolver o celular, calma! A Poppy não é ladra, claro que ela vai devolver...assim que o anel for encontrado.

Sem ter muita escolha, eles acabam entrando em um acordo. Ela pode ficar com o celular por alguns dias, se ela encaminhar todos os e-mails e mensagens para Sam. Logo Poppy se ve bisbilhotando toda a vida de Sam. E os dois meio começam um relacionamento através de mensagens de texto. E ela vê como ele não responde muitos dos seus e-mails ou diz estritamente o necessário, e isso a incomoda, e se, ela respondesse alguns e-maisl se passando por ele? Mais confusão né!

Sam é introspectivo e sério. Poppy é eloquente e impulsiva, e eles não tem nada a ver um com o outro, mas de alguma forma eles criam uma ligação com essa relação virtual, e logo essas duas pessoas estão ajudando uns aos outros em mais de uma maneira. Por que as vezes é tão fácil se abrir com um estranho? A Sophie investiu numa amizade antes de qualquer romance, e isso fez tudo ficar mais real.


"O que está fazendo acordada tão tarde?

É Sam. Quem mais? Eu me sento com o chá e tomo um gole, depois respondo:

Não consigo dormir. O que VOCE está fazendo acordado?

Esperando para falar com um cara em LA. Por que não consegue dormir?

Minha vida acaba amanhã.

Certo, isso pode ser um pouco de exagero, mas agora é o que parece.

Entendo como isso pode manter você acordada. Por que acaba?" Página 123

O livro é hilário do comecinho ao fim, eu me peguei morrendo de rir na frente de outras pessoas e passando vergonha em público, e é tudo muito atual, com troca de mensagens instantâneas, menções ao facebook, faz a gente se sentir muito por dentro de tudo. Só na diagramação que eu fiquei meio perdida na hora das mensagens, eu sou meio cega tá gente hehe, e de repente é loucura da minha cabeça, mas pra mim ficou meio estranho em alguns momentos, fora isso, sem reclamações, vale muito a pena ler e como vocês viram pelo tamanho da resenha (desculpa, me empolguei), já dá pra ver que eu recomendo né?! :)

Fiquei Com o Seu Número (Saraiva - Skoob)
Autora: Sophie Kinsella
Editora: Record
Categoria: Literatura Estrangeira/Romance
Número de Páginas: 
Idioma: Português

Beijos, Nanda

*Acharam que tinha acabado né?! é que eu tinha que falar da Poppy e a sua relação com as notas de rodapé, Poppy expressa vários pensamentos em pequenas e hilárias notas de rodapés! ela escreveu 112 notas que não são nada cansativas e super relevantes para o contexto da história :)

7 comentários:

  1. Oi, Nanda. Adorei a resenha. Já tinha ouvido falar desse livro e agora estou com mais vontade ainda de ler. Estou curtindo ler livros leves e divertidos e esse parece ótimo. :)

    Beijos e bom fim de semana.
    http://navirj.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá Sta Ohashi, como vai?

    Afinal, por que Ohashi?

    É pura pretenção sem dúvida, apresentar o que escrevo.

    Estou fazendo isto, por entender que é fascinada por leitura.

    Então, por que não lêr, algo que certamente ja precisou, precisa, ou e ainda precisará.

    Procure atentar para o conteúdo da mensagem, deixando de lado, a sofisticação da linguagem.

    Vá em frente, depois nos comunicaremos.

    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  3. Fiquei com o seu número não faz bem meu estilo de leitura,mas já vi tanta critica positiva a seu respeito que assim que tiver a oportunidade vou ler ele *-*
    Beijos,
    Gabriel S.

    ResponderExcluir
  4. Oii Nanda!
    Tudo bom? Acabei de conhecer o seu blog e foi uma ótima experiência, rs, pois me deparei com a resenha de um livro quero ler há bastante tempo, mas infelizmente ainda não tive oportunidade ($$), nunca li nada da Sophie K. mas só leio boas resenhas a respeito da autora e seus diversos livros. Dos livros dela, esse é o que mais quero e agora mais ainda depois dessa ótima resenha. Adorei seu detalhe da nota de rodapé, já que a personagem também faz isso, rs.
    Gostei mesmo, já estou seguindo!!
    BEijo

    ResponderExcluir
  5. Olaa tudo bem ??
    Adooorei sua resenha =DD
    eu curti este livro tbm..parece ser bem comedia e eu gosto de livros assim xD
    jah passei vergonha com livros assim xDD
    HAUAHAUAH
    seguindo viiw =D
    BJos
    http://www.chacombolacha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ainda não li nenhum livro da autora, talvez por que não faça muito meu estilo. Mas curti a resenha!


    Lucas / Era uma vez

    ResponderExcluir
  7. Nunca li nada da autora, e tambe´m por que não curto muito esse estilo de livro. Adorei sua resenha. Tem uma super promoçõa lá no blog, corra e participe!

    http://mundodosmngas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita! Eu respondo por aqui mesmo ou pode deixar o link do seu blog que eu visito você :) Espero que você volte logo! Nanda ;)