'Qual seu número?' de Karyn Bosnak

29 setembro 2012

Delilah Darling tem quase 30 anos e já se relacionou com 19 rapazes. Sua vida sentimental não tem sido exatamente brilhante, pois todo cara que conhece parece fugir do relacionamento. Quando lê uma matéria no jornal em que a média de homens para uma mulher de 30 anos é de 10,5, fica desesperada e assustada por estar muito acima dessa média. Além de tudo, o artigo no jornal terminava falando que, se a mulher tivesse o número acima dessa média, seria impossível a pessoa certa. Na tentativa de não aumentar seu número e perder de vez a chance de se casar, Delilah sai à procura de seus antigos namorados e tenta reconquistá-los. Será que um deles estará disposto a esquecer do passado e começar uma linda história de amor?

Qual seu número revela os segredos de cada mulher e prova que, quando se trata de assuntos do coração, números são apenas uma fração de tempo.

'Qual Seu Número?' foi uma ótima surpresa :) comprei ele online na Saraiva, e me saiu uns 9 reais *o*
Bom, esse livro inspirou um filme com o mesmo nome, do qual eu já falei aqui nesse post, e eu gosto do filme e o six pack do Chris Evans tem o seu valor :p, mas na minha opinião, o livro é infinitamente melhor :D

"Meu nome é Delilah Darling. Tenho 29 anos. Sou solteira, e, bem... sou uma mulher fácil. Pronto, falei. Sou fácil. Sou mesmo. Agora você sabe." Página 1

A Delilah está para completar 30 anos e acabou de terminar um namoro, que ela mesma admite que não tinha futuro nenhum. Logo no prólogo, ela conta que leu um artigo publicado no New York Post que revela os resultados da maior pesquisa sobre sexo do mundo...

"Estava bem ali, entre a média de idade das pessoas quando têm sua primeira relação sexual (17,7) e o tempo médio gasto nas preliminares (19 minutos).
'Uma pessoa tem, em média, 10,5 parceiros sexuais durante a vida'
Sim, 10,5. Eu quase tive um ataque cardíaco quando li aquilo, pois a verdade é que...bem... Greg, o imbecil do East Village, foi o 19º homem com quem eu dormi. Sim, 19, e houve outros 18 antes dele. Meu número era quase o dobro da média nacional." Página 4

Após o choque da informação que recebeu, ela promete a si mesma que o próximo homem com quem ela vai dormir será aquele com quem ela vai ficar o resto da vida, se não der certo com o vigésimo, ela vai virar freira. Obviamente, o tiro sai pela culatra e o vigésimo não é o homem certo. 

Frustrada por ter chegado ao limite auto-imposto, ela decide que para não ultrapassar o número 20, ela só precisa procurar cada um dos 20 homens que ela se envolveu, e ver se dá certo com algum deles! (claro, óbvio, faria igualzinho #sóquenão) Assim, ela faz uma lista dos caras e começa a procurar por seus ex-namorados. Como o google não é o suficiente, ela pede ajuda ao seu vizinho Colin, e tudo o que sabemos a respeito dele no começo é que ele é de Dublin, é ator, está usando apenas uma camiseta e uma cueca boxer e é lindo.

"Colin,
Preciso encontrar cerca de quinze velhos amigos para uma festa que pretendo fazer. Se eu lhe der antigos endereços, apelidos e coisas do tipo, você acha que seu pai conseguiria localizá-los para mim? Fui informada de que esse tipo de trabalho custa cerca de 150 dólares por pessoa a localizar, mas eu esperava gastar menos.
Preciso saber apenas o básico. Endereço atual, histórico matrimonial, orientação sexual, essas coisas. Aguardo sua resposta.

Obrigada, Delilah
(sua vizinha)"
 Página 81

Uma vez que ela foi demitida, tem tempo de sobra para sair à procura, então ela usa o dinheiro que recebe da empresa para alugar um carro e atravessar os Estados Unidos nessa aventura. 

Eu gostei muito da narrativa, super divertida, lembrando um pouco de Becky Bloom, da Sophie Kinsella. Gostei também do fato de Delilah ter namorado os caras mais estranhos que eu já li, adoreeeei a diagramação, listas, mapas e bilhetinhos, embora as notas de rodapé tenham me cansado um pouquinho, também são muito boas.


O livro tem trilha sonora!!! adooro quando os autores fazem isso :) O livro é pra quem gosta de uma boa mistura de comédia e romance.

Qual seu número? (Saraiva - Skoob)
Autor: Karyn Bosnak
Editora: Novo Conceito
Categoria: Literatura Estrangeira
Idioma: Português
Número de Páginas: 352

P.S.: No final do livro, tem um trecho de 'Julieta Imortal' de Stacey Jay, que atiça a curiosidade dos leitores por afimar que a maior história de amor de todos os tempos é uma farsa, e que Shakespeare é um mentiroso, como não ficar com vontade de ler?!? Leitura obrigatória para os fãs de Shakespeare :)

2 comentários:

  1. Oi Fernanda!

    Adorei a sua resenha, ainda não havia lido uma sobre esse livro, não que eu me lembre. Adorei saber detalhes da estória e da diagramação, adoro coisinhas assim.. rsrs

    Beijos,

    Marcelle
    bestherapy.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcelle! Brigada pelas palavras e pela visita!

      Beijos

      Excluir

Muito obrigada pela visita! Eu respondo por aqui mesmo ou pode deixar o link do seu blog que eu visito você :) Espero que você volte logo! Nanda ;)